Loading...

sábado, julho 31, 2010

Vamos pensar um pouco



Resolvi sair por aí sozinha um pouco e comecei a pensar em minha últimas ações.

Tô confusa...

revoltada...

chateada comigo...

meio sem saber o que fazer e querendo fazer e acontecer.

Percebi que o amor que eu achava que sentia não era um amor que dilacerasse meu peito...que me deixasse mal caso não se realizasse...era apenas um amor. Não o amor que espero...mas um amor. Um amor que eh bom, mas que não é o que eu quero.

Por incrível que se pareça...o amor que quero é o que sinto agora...um amor que me faz sentir dor pela ausência e pela dúvida...um amor que me deixa feliz por ouvir uma voz, por trocar um olhar, um sorriso, por esperar pela frase 'agente se fala na sequência', como se essa sequência nunca tivesse fim.

Nem sempre o amor precisa ser um sentimento confortável.

O conforto que se adquire em nome do amor, é estagnante demais para mim.

Esse 'sofrimento' que me deixa com a impressão de ser o pior ser do mundo por não tê-lo 24h ao meu lado é o que faz o amor ser sagrado pra mim. Sem conforto, sem pausa...e com um punhado de dor, angústia, agonia...

nervosismo.

Aguniaa...



Sinceramente...



ninguém aguenta um fim de semana sem fazer total e simplesmente NADA!!

Eu não aguento!

E bem pior que isso é estar sem fazer nada, querendo fazer maluquices!

Ai Ísis...dai-me a luz!

Minha cabeça tá embaraçada que só....resolvi arrumar sarna pra me coçar...!

...

LÔCA!!!!



Acordei hoje com vontade de fazer loucuras!!

Pode ser que minha vida esteja precisando de uma loucurazinha...uma coisa básica talvez...

aparecer nua na porta do apto de uma benção que não sai de minha cabeça.

Enfim...tô LÔCA!!!!


sexta-feira, julho 30, 2010

Sem necessidade pra companhias...



Às vezes me bate uma saudade miserável.

Saudade de todas as pessoas que passaram por minha vida, deixando sua marquinha na minha personalidade estranha.

Saudade de amigos, de namorados, casinhos, paquerinhas...

Mas muitas das vezes que sinto essa saudade...eu me sinto sozinha. Me sinto indesejada, largada, arrisco dizer até que me sinto 100% só.

Uma amiga, tão libriana quanto eu, disse que é difícil entender agente...entender o que sentimos em relação a outras pessoas. Mas, realmente, é complicado.

Eu me apego fácil a alguém que me faça viajar, que me faça ter novos conhecimentos. Me apego às pessoas que me acrescentam, que me deixam bem...feliz. E por menos tempo que eu tenha para estar com essas pessoas, por mais atribulada que esteja a minha vida...eu deixo até de dormir para estar ao lado de quem gosto.

Tem gente que eu gosto que nem gosta de mim...mas não tô nem aí...se não gosta de mim, o problema é de outro e não meu [já dizia minha mãe].

E nessa crise toda...eu prefiro ficar só.

Me 'itupindo' de pipoca em frente ao computador...tentando me entender...

quarta-feira, julho 28, 2010

Cansaço...

O cansaço se expressa de diversas formas...

meu corpo, às vezes fica cansado de tanto ser exercitado...fica cansado de prazer, fica cansado de uma rotina...

O interessante em pensar no cansaço, é que por muitas vezes ele determina minhas ações...

nos fins de semana, quando tenho cansaço mental...procuro sair pra me divertir...quando o cansaço é corporal, fico em casa...leio um pouco...

mas é sempre o cansaço que diz se faço isso ou aquilo.

Nem sei porque mesmo que eu to escrevendo sobre o cansaço...acho que é porque me sinto extremamente cansada...mas enfim...

Cabeça longe...corpo cansado...o que me resta é descansar.

Viver...



"As pessoas não estão sabendo viver, cara!" by Aion Sereno

Até que concordo com tal interjeição.

As pessoas não estão sabendo viver...mas como que é viver?

Para muitos, viver pode ser simplesmente, nascer, crescer, procriar e morrer...para outros não.

O lado mais intenso da vida é o que menos preocupa à esses que querem apenas cumprir com suas funções biológicas...

Cadê a intensidade das relações?

É de se pensar...

segunda-feira, julho 26, 2010

Saudade?



Posso ser tola...boba...nem sei...

Mas aqui, nessa quase madrugada, desse dia em que eu não parei de pensar em tudo o que passei, estou a ouvir 'Logun edé'...chorando e rindo como uma besta...

lembrando de uma certa 'dancinha'...e de uma voz que me diz coisas sobre um orixá, que antes não conhecia...

"...logun edé - edé, edé...É delícia"

Coração vendido...



Depois desse 'upgrade' que dei no blog, me deu mais vontade de escrever. To sentindo vontade de escrever qualquer coisa só pra ver se fica legal...

...mas não consigo escrever algo sem ter o que falar.

Hoje, no entanto, tive motivos para escrever..

ando sempre a pensar em muitas coisas, e hoje não foi um dia diferenciado, apenas pensei em algo que não estava a pensar antes.

Porque meu coração está se tornando tão...vendido?

Perguntei a algumas pessoas que passaram por minha vida, e chegaram a acompanhar...muitos ainda acompanham...essas 'mutações' que sofre o meu coração ao receber determinado carinho.

É uma coisa de louco...

Me encanto muito fácil com as pessoas...muito rápido...acabo abobadando com isso.

Falo o tempo todo, penso o tempo todo...até sonho...sonho acordada, sonho dormindo...sonho o tempo todo. Até me iludo com isso...crio muitas ilusões em mim.

Muitas fantasias...

Mas enfim...

a resposta mais concisa que obtive, foi relacionada ao fato de eu ser muito carente, e minha carência faz com que eu tome certas atitudes...faz com que eu 'venda' meu coração por algum carinho mais trabalhado...mais aconchegante...

Queria me apaixonar e me entregar de vez pra uma pessoa só...

mas cadê essa pessoa que não chega?..que não aparece pra mim...

Acho que se chegou a aparecer...não vi passar, não o fiz parar e olhar pra mim da forma que quero ser vista, não o fiz gostar de mim da maneira que posso retribuir esse gostar...

Na realidade, hoje, dia 26.07.10, ando com a cabeça mais confusa que o normal...semana passada eu achava que estava super apaixonada, mas sinto-me cada vez mais distanciada desse que achei amar e sinto que o amo cada vez menos...e acabei me encantando por uma outra pessoa,uma pessoa surpreendente, diga-se de passagem...ando sonhando dia e noite, e suspirando cada vez mais, não vejo nada na minha frente...mas o vejo mesmo sem que ele esteja ali...estranho, né?...eu sei...

domingo, julho 25, 2010

Andei pensando...




É chato não se permitir conhecer...é chato passar a julgar uma pessoa por apenas um ângulo...é chato descobrir que essa pessoa é bem mais que aquilo que seus olhos permitem ver...e é mais chato ainda não conseguir dar o braço a torcer...não mudar o ângulo de sua visão.

Passei por coisas nessa semana que realmente mudaram minha concepção sobre as pessoas.

Não apenas uma...por mais que exista uma em especial...mas também mudei minha concepção sobre outras, além dessa uma e por causa dessa uma.

Acho que posso dizer que entendo um pouco o porque de os grandes gênios da humanidade serem reconhecidos apenas depois de mortos e quando vivos, serem considerados meros loucos...só eram vistos por um ângulo.

Acho mesmo que precisava passar por tal experiência...

mudar um pouco meu ângulo...e tentar bulir com algumas pessoas a meu lado.

Eh, Joseph...a vida realmente é uma caixinha de surpresas.

E a minha, além disso, é um mar de confusões e contradições.

Tento muito ver um fato da forma que mais me agrada...eu sei. Mas nem sempre aquilo que aos meus olhos se parece defeituoso, seja defeituoso. Foi uma semana e tanto...

Queria tentar fazer um 'novo momento auto-terapêutico', mas apenas consegui pensar.

Hoje, no entanto, consegui pôr minhas idéias em ordem.

Conversei com uns amigos...fiz projetos...e quase briguei com alguém sem muita importância...

Mas o que será que me incomoda tanto nessa pessoa? [Ela não vê a vida pelos vários ângulos proporcionados...]

É cansativo ter que conviver com alguém que não faz mais sentido em sua vida...alguém que detone com seus pensamentos e tente fazer o mesmo com seus sentimentos. Alguém que menospreza a todos os que a sua mínima visão faz enxergar como 'problema'.

Tudo bem que eu sou meio brusca em resposta a determinados argumentos...mas argumentos vazios , sem conteúdo, sem nexo e unilaterais não servem de nada pra mim. Quero conhecer as várias faces do mundo, não quero me fechar.

Minha cabeça é confusa...meu coração é carente, mas eu sei o que pode ser bom pra mim ou não. Já me machuquei muito, e aprendi grandes lições...mas se for necessário passar por tudo novamente..eu passo, sem problemas.

Mas deixe que isso caiba a mim...

Não peço a ninguém que não se meta em minha vida, mas quero apenas que as pessoas sejam tão abertas quanto eu ao julgar alguém que faça sentido pra mim.


...


"Afirmação


Acredito que o sol não devia se pôr depois de uma briga
Acredito que depositamos nossa felicidade nas mãos dos outros
Acredito que as comidas não-saudáveis têm um gosto tão bom porque fazem mal
Acredito que seus pais fizeram o melhor que sabiam fazer
Acredito que as revistas de beleza promovem a baixa auto-estima
Acredito que estou sendo amado quando estou completamente sozinho

Acredito que o karma existe o que você dá é o que você recebe
Acredito que você não consegue apreciar um amor verdadeiro até que seja ferido
Acredito que a grama do vizinho não é a mais verde
Acredito que você não sabe o que tem até dizer adeus
Acredito que não se pode controlar ou escolher sua sexualidade
Acredito que a confiança é mais importante que a monogamia
Acredito que seu coração e sua alma são suas partes mais atrativas
Acredito que família vale mais que dinheiro ou ouro
Acredito que a luta por dinheiro é injusta
Acredito que os únicos que não concordam são os milionários

Acredito que o perdão é a chave da felicidade
Acredito que o casamento dispense a necessidade de se despir
Acredito que Deus não apóia evangelismo na tv
Acredito que o amor sobrevive à morte por toda a eternidade"

Tradução - Affirmation (Savage Garden)



Andei lendo um pouco sobre amor...num texto de blog que, de certa forma, associava o amor à matemática, à construção de cálculos...de amores perdidos, de amores jogados fora...enfim...

Não parei pra fazer contas de quantos amores perdi ou abri mão...

Sinceramente, acho que não cheguei a 'perder'...dei chance às pessoas de terem novos amores...é...dei-as a chance de amar novamente, e poder curtir o melhor de um amor: o começo...o surgimento.

Me dei essa chance também...

E hoje eu amo...amo a muitos. Tudo bem que poucos me amam. Mas esses poucos já são preciosos pra mim.

Um amigo outro dia me disse que amar é querer ver o outro feliz...vi isso num anime também...e concordo plenamente, e é isso que acho bonito no amor...querer bem.

sexta-feira, julho 09, 2010

Confused...



Ando cada dia mais confusa...

Um amigo me pediu pra fazer uma espécie de regressão.

Lembrar de certas coisas que passei pra ver como que constituí meu ser atual.

É interessante pensar nisso e pretendo relembrar as coisas com calma dia após dia, e como disse esse meu amigo, quem sabe daqui a dois anos eu não descubra o que me fez ser assim. Resumindo, estou começando uma 'auto-terapia'.

AUTO-TERAPIA nº 01

Hoje quero lembrar de como conheci uma pessoa. Nunca esqueço como o conheci, mas quero deixar registrado. Ainda conversamos de vez em quando, e nossa relação encontra-se confusa nesse momento.

Da última vez que nos vimos esperei por 2h30min, mais ou menos, para poder vê-lo. Conversamos um pouco sobre seus legados, seus princípios, sobre algumas de suas histórias. Coincidências que chegam até ser sobrenaturais, divinas até. Nada de beijos e abraços, nem carinhos 'corpóreos'. Só olhares, preocupações, palavras...

Dias antes,estávamos em meu paraíso. Na ponta da ponta como disse ele. Foi um dos dias mais perfeitos que já tive...porém, as consequências decorrentes nos abalou até o atual último encontro.

Regressando...fiz inúmeras visitas a ele e nessas visitas sempre levei um 'lanchinho'. Sempre tive uma espécie de constrangimento ao levar os ditos lanchinhos, mas no fim das contas, ele sempre ficava feliz e achava delicioso tudo o que levava.

Regressando mais, chegamos ao dia em que nos conhecemos...

ele estava radiantemente lindo...

foi buscar a mim e a minha mãe no teatro. Ficamos juntos e a sós das 10 da noite até mais ou menos 7 da matina. Lindo...

Tem também o primeiro dia em que ele falou comigo na internet. Foi engraçado que só respondi por responder e nem dei muita trela. Mas gostei de conversar com ele.

Acho que terminei meus relatos de hoje.

domingo, julho 04, 2010

Pensando...



Andei pensando um pouco...

...e vendo o rumo que minha vida está tomando, percebo que sinto falta de alguém que eu diga que ame, que eu me permita dizer que amo e que me seja permitido dizer que amo.

É difícil isso.

Sempre amei e sempre explanei esse amor...

..mas agora não sou permitida a isso.