Loading...

quinta-feira, novembro 25, 2010

Sonhei...



Sonhei hoje com que tinha uma casinha linda...e uma família linda^^

Um casal de gêmeos, maridão lindo, amigos me visitando....


No Coments

quarta-feira, novembro 24, 2010

Dezena de saudade...



Dezena...

são dez!

Posso ser uma válvula de escape, como me disse a minha mãe, mas será que se eu não for essa válvula, eu me torno um problema?

Hoje começa meus dez dias de saudade...e reflexão!!

terça-feira, novembro 23, 2010

SAUDADE...



Veja bem, meu bem...
Não é lamentável informar
que o troquei por alguém.
Este...de nome Saudade.

Saudade não me deixa
só me faz sentir...
Aquilo que só sinto quando estou longe de ti

Saudade não se pega...
se sente...
Com o velho desejo latente
de estar com você aqui.

Não lamento dizer...
que Saudade me traz sensações.
Algo dócil e gentil,
que com uma leveza sutil...
Me faz esperar a sua volta.

Uma distância às vezes normal,
às vezes banal...
Sem necessidade pra mim
e ilusória pra ti.

Percebo que assim sempre estarei.
Uma dia com Saudade...
Um dia contigo...
Lembrando momentos de um lindo dia de domingo.

sábado, novembro 20, 2010

Merecer...



Passo por um momento hoje previsto em meu horóscopo anual de 2010.

Encontrei minha alma gêmea...
e tenho toda certeza disso.

Mas será mesmo que é para ficarmos juntos como amantes...??

Pode ser que devamos ser apenas amigos...
para evitar prováveis frustrações ou decepções, coisas que abalariam nosso sentir.

Eu quero muito amá-lo como posso e ser amada com a atenção que quero, mas será mesmo que isso é possível?

Não quero 'pintar meu futuro', mas é impossível não pensar no que poderei vir a enfrentar por esse amor e principalmente duvidar de minha força diante do que possa acontecer...e se acontecer, né?

Será que mereço ser amada?

Continuo pensando que minha sina é viver só...e por isso me sinto na obrigação de ter filhos, que não me deixem completamente só...

mas será que mereço esse amor de filho também?

Começo a duvidar....

sexta-feira, novembro 19, 2010

Meu alpendre



Hoje eu cheguei a conclusão de que minha vida, por inteira, é um alpendre...digo, a vida em si é um alpendre.

Um ambiente de pesquisas que não vale de nada se agente não arrisca e se põe a experimentar.

Como viver sem SER?

Ser aquilo que se busca, ser a própria busca. Ser uma vivência, um querer e uma felicidade. Por mais que nem tudo seja um mar de rosas, mas sem o risco, não há meios de se descobrir...sem o experimento não se pode ser a coisa.

Sempre tive muito medo de muitas coisas bobas, como: mostrar a minha mãe que já uso um fio dental, ou assumir a ela que amo, e que transo, que desejo.

Ultimamente ando me surpreendendo muito com as atitudes de minha mãe e hoje pus-me a refletir em cima disso. Meus medos, minha vida, meu alpendre....

Como deixar de correr atrás de uma coisa e passar a ser essa coisa que almejo?

Percebo agora que minha vida é experimental.

Mas que dentro dessa gama de experimentos encontro direções, digo janelas abertas, que podem ou não me conduzir à onde que tanto quero chegar. O lamento desse caminho é apenas um: nem todo mundo pensa ter uma vida experimental...aí prefere não arriscar, se isolando em 'cápsulas protetoras' ou medos, na tentativa de pintar um futuro que não chega.

É...quanto mais tento pintar meu futuro, percebo que essa pintura nunca toma forma. Sempre aparece alguém...e borra!

Esses 'alguém' que aparecem no trajeto, interrompendo o fluxo dele ou fazendo parte pode ter os mesmos anseios que eu, mesmos medos, mas não percebe que sem risco não há vida...não há trajeto...não há um ponto satisfatório que se chegue.

terça-feira, novembro 16, 2010

PERFEIÇÃO



Feriadão, Solzão, Solidão, Gostosão....PER-FEI-ÇÃO!!

Parecia que seria um mero período de refúgio, mas eu estava mais conectada com o 'aqui' do que nunca.

Foi bom pra mim...ver 'aqui' de lá...

mas chegar 'aqui' se tornou melhor ainda.

Eu te amo!!

#SEMPALAVRAS

segunda-feira, novembro 15, 2010

PARAÍSO



No Paraíso...

Apesar de estar aqui sozinha...não sinto tanta falta de ter alguém aqui comigo.
Sinceramente...esse tempo que estou passando aqui tá me fazendo bem.

Eu amo esse lugar...

e esse tempo que estou passando aqui me fez prometer que viria aqui com mais frequência.
Percebi que sinto tanto a falta desse lugar que até minha personalidade muda quando estou aqui.

Queria muito que ele estivesse aqui...
talvez se estivéssemos em outra circunstância de vida...digo, se ele estivesse em outra circunstância da vida...

poderíamos estar aqui...curtindo essa maresia e felizes.

Mas já que não está...eu curto por nós dois...kkkkkkk

quarta-feira, novembro 10, 2010


Não sei ao certo se pulo de alegria ou se murcho de tanta tristeza. Meu coração, dentro desse carrossel, não sabe se ama, não sabe quem ama, nem o que quer ou deixa de querer.

Um coração...dois sentimentos...uma esperança.

É chato e mentiroso dizer que não sonhei com lindos momentos, deliciosas noites, divertimentos diários...e com uma nova rotina. Não minto quando assumo minhas saudades esperançosas e minha odiosa posição ao sentir-me confusa.

Por fim e com todo o fim, gosto da felicidade que não é minha, mas , egoísticamente falando, gosto muito de mim e do que estou sentindo, mesmo que confusamente.

Talvez haja uma (grande) confusão de dor da perda com amor...ou de amor com admiração...ou de admiração com querer bem...

Confusões minhas, que prefiro que sejam ainda minhas,mas que influem em tratamentos que dou.

Querer ou não querer...amar ou não amar...

Ah...ainda tem " a carne", que fala por mim, que deturpa minhas vontades e aguça os meus desejos, que convertem sempre para a minha carência. E esta, por sua vez, ilude meu cérebro, fazendo com que eu veja num NADA, um TUDO que não existe.

E o coração, sempre confuso, leva toda a culpa de minha esperançosa tolice.

Na realidade, eu gostaria de ter uma 'planta de vida'. Como uma planta de casa mesmo, com espaços definidos, só esperando levantar os muros, pintar as paredes e pôr os móveis.

Tudo bem que, ao menos o escritório, tem uma forma nesse papel. Mas cadê a sala? E a cozinha? E o quarto?

Este último, que sempre almejei muito, nem sequer conquistou sem espaço;

domingo, novembro 07, 2010

Tá tudo errado..?‼


Posso ser péssimista ou muito crítica em relação a muitas coisas...

mas...


TÁ TUDO ERRADOO!!

Pode ser que seja quem está errada nessa história.

Mas as pessoas complicam demais aquilo que não se complica.