Loading...

sexta-feira, março 04, 2011

Tem coisas na vida que nunca serão do jeito que agente quer...

mesmo tendo um planejamento perfeito, não acredite que será como o planejado.

Nada na vida é como queremos.

Para que fazer planos se eles não vão se concretizar?


A grande ilusão do ser humano é acreditar que tudo que estiver bem planejado será bem sucedido.

Doce ilusão.


Hoje eu percebo que quanto mais planejado está algo,

quando está beirando à perfeição,

aí é que vai dar errado de verdade!!

domingo, fevereiro 27, 2011

Lágrima

Ontem eu vi uma lágrima...

uma lágrima que parecia fútil, embalada por uma atmosfera infantil de lembranças...
e que deixou sem graça um rosto másculo de menino.

Ontem eu vi duas lágrimas...

as enxuguei de teu rosto e percebi a boniteza daquela reação...
o retrato mais belo de um sentimento, de uma amargura, de uma sensibilidade.

Ontem eu vi três lágrimas...

lágrimas foragidas, fingidas, talvez...
lágrimas que fingiam ser algo que não eram, ou até mostravam uma falsa causa de seu surgimento...
mas lindas lágrimas.

Ontem eu vi algumas lágrimas...

te peguei sem jeito, sem fala, sem controle do que estava acontecendo contigo...
sem saber o que pensar daquele momento e tentando se esquivar de explicações impossíveis de serem dadas.

Mas eu vi lágrimas...

lágrimas que não saem de minha cabeça e que penso constantemente...
a quem diga que lágrimas são tristes, são feias, são frágeis...
mas o revelar de um sentimento involuntário não consegue ser frágil, nem feio...
sentir não consegue ser triste...

Ontem eu vi lágrimas...

as mais lindas que já pude presenciar...
sem cara feia, sem berro...
apenas lágrimas.

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Disponível

Sempre me percebi querendo um namorado.

Me encantava pelo primeiro carinha que me desse um pouco de atenção, imaginava mundos e fundos...desejava realmente que este ou aquele fosse um alguém pra mim.



É engraçado olhar pr'as coisas que aconteceram agora...

parece que tudo fica mais claro.


O porque d'eu ter esperança naquele alguém que se aproximava...o anseio por ter um namorado...o encantamento fútil...o sincero sentido que aquilo me despertava.

Eu não queria um namorado...queria alguém que pudesse estar disponível pra mim.

Sempre quis...e ainda quero alguém disponível...

Disponível pra me ouvir, pra estar ao meu lado sempre que eu precise...disponível pra falar comigo...

disponível pra mim.


Acredito que de tempos em tempos eu acho alguém disposto a estar disponível...mas nem sempre meus problemas vão importar e talvez estes estavam aproveitando minha disponibilidade...