Loading...

terça-feira, fevereiro 23, 2010

PESSOAS

Por cada canto que passo, cada ambiente, encontro 'pessoas-chave'.

Acho que isso acontece um pouco com todo mundo. O encontro de pessoas marcantes pra você, independente de serem líderes ou meros seguidores daquele grupo. Pode ser alguém um pouco distante de você, de mim no caso, mas são pessoas que fazem a diferença.

Normalmente gosto de tê-las por perto.

Passo por muitos lugares no decorrer de um dia. E cada lugar desse tem uma figura essencial.

Ultimamente, tenho sofrido algumas perdas e às vezes me sinto só, por que não vejo a minha pessoa-chave no lugar.

Se vou pro curso todas as manhãs, sinto falta de amigas que em pouco tempo me mostraram coisas inesquecíveis. [Yasmin...Laís] Sinto falta delas como se sentisse falta de uma parte de meu corpo.

A faculdade. Não é mais a mesma. Ou será que eu que não sou mais a mesma sem a presença do amigo que me abriu portas?? [Nato...] Sinto me só. Abandonada, largada. Conheço todo mundo e falo com todo mundo. Mas ninguém é você. Tenho Dirceu, uma companhia besta, mas não substitui você.


Ah....o que seriam de mim sem as meninas da DIPRO. Que cuidam de mim, que discutem comigo sobre o BBB [rs], que me insentivam e que estão ao meu lado, em todos os regs e em todo expediente. O que sou eu sem as trufas de Núbia, sem as festinhas doidas de Mãe Hortência, sem as doideiras de Darlin'...e agora sem a oceanografia de Carol?


O que é Cacha-pregos sem Dany? E Alagoinhas sem Michel, Ernani, Pedro e Junior? E o que é de meu cotidiano sem Bijuzinha?? E das minhas loucuras teatrais sem a Trupe? E até de minha vida sem Vinny...sem Luiz??


Pessoas que me fizeram criar uma outra família, uma família ligada a mim não por laços sanguíneos, mas por coisas bem mais significantes.


"Pessoas entram e saem..."


Alguéns que passaram por mim e ficarão pra sempre. Como eu aprenderia a mandar alguém ir pra porra se não fosse por Dona Rita? Como teria raiva de Priston Tale se não fosse por Leo, Dininho ou Bodinho?? Como teria uma 8ª série inesquecível sem Carol, que promove nossos encontros, Marco, que me persegue até hoje e agora está pertubando minha mãe [-.-], Rafa, Jéssica, Binha, Dindinha, Milona, Dário e sua casa em Ipitanga, Dharma e seu violão, Diego e suas loucuras, André e sua cara de pau? Entre outros que não agora me vêem a cabeça, mas tem tanto significado quanto.

Alunas que tanto me ensinaram e que tiveram disposição para aguentar aprender alguma coisa comigo [meninas do Salesiano] e professores que tanto me ensinaram e ensinam até hoje [Merrêzinha, Gilson e Ruteba].

E as pessoas que acabaram de entrar nesse grande grupo? Mal me conhecem...mas me fazem um bem enorme. Amigos por EAD, ou presencial. Mas importantes para que eu não me sinta só. Cruciais em meu MSN, orkut, badoo...especiais em meu coração.


Obrigada!



Aos não citados no texto acima uma dedicatória especial e coletiva, são eles: Naninho [Matheus Pitágoras], O príncipe [Igor Moreno Taquari Gonzaga], Rodrigo Sampaio, Marcus Vinicius de Oliveira, Álison Santos, Tunísia CORES, Fernanda Fonseca, Cíntia Rastelli, Robertha Spínola [lienda], Felipe 'Olhos Verdes', Ricardo [capoeira ^^], Gabriel Petrucci [-.-], Maqui [Marcos Argolo], Alan Lantiê de Brito Lima, Alane Lantiê de Brito Lima, ACM [Antonio Carlos Carvalho], Cassio Monteiro [meu parceiro eterno], as ADQUETES [Nadi, Vaninha...], Lucas de Jesus [meu demo], Karla e Hanna Airam, Hilda e Julinha Gabrielly, Márcio Aguiar [Titia ^^], Camila Lisboa [minha Ticher], Pró Nilidinha e Tia Ana Karla.





sábado, fevereiro 20, 2010

VIRTUAL...por quê ??



"...n que eu n goste de namorar virtualmente com vc.. porem...vc tb tem ki axar um carinha legal neh ?!"




Já que sou inenarrável e não tem como me descrever com palavras, me expresso para ti, de maneira significativa por aqui, já que consegue se sair bem de meus questionamentos. No momento, gosto muito de um algúem. Tanto que, 'se eu pudesse e meu dinheiro desse', não pensaria duas vezes em pedí-lo em casamento. Mas vamos devagar. Por mais avassalador que seja esse sentimento, preciso me dar um freio.

Brincar de namorado virtual e não levar muito a sério o que digo é interessante. Me arrisco a dizer que é uma forma de fugir de meus impulsos. Graças a Deus. Porque nem eu consigo segurar as rédeas de meus impulsos.


A verdade é que me apaixono fácil.


A quem diga que sou volúvel, mas quem diz isso nunca me viu assim.


Já tive várias paixões...um amor de verão...e dois verdadeiros amores. Posso estar indo pra um terceiro amor, mas por enquanto, é uma paixão. Uma paixonite, como diz minha mãe. Mas sinto que é diferente.


Parafraseando meu irmão em mais uma de suas músicas: "O amor precisa de tempo, e daí você entenderá que os amores não alimentados se desfazem...".


Nenhum sentimento é igual, todos possuem suas peculiaridades e seus momentos, mas o que sinto agora é algo que me remete a um sentimento passado. Sentimento ao qual foi difícil de me desligar, mas que foi necessário.


Fui feita para me doar. Descobri que causo até inveja por isso. Sempre soube que não consigo ser vazia. Mas meu coração de verdade, [eu prometi a Ísis] só darei àquele que for 'o alguém só pra mim'. Posso ser um pouquinho Byroniana, mas não gosto de sofrer por amor. Viver por ele é mais interessante, é mais gostoso.


Não adianta ter muito carinho e atenção para dar se não busco alguém para dar. Se espero que aconteça, deixando apenas que o destino ajeite as coisas, não vivo a minha vida, deixo que minha vida viva sozinha. Se me interessei por você. Se nos encontramos. Não foi destino. Foi minha insistência, minha chatisse.


Às vezes penso que nasci pra ficar só. Largada no mundo, realmente. Mas eu sei que mesmo estando aí, você está aqui comigo. Em meus pensamentos. E se não for você aquele que procuro [coisa que acho difícil ^^] tentarei achar até quando eu tiver vida e saúde pra isso.


Amei duas vezes. Digo que amei porque sentia felicidade com tais pessoas. Assim como sinto com você. Sentia prazer em fazer coisas pensando naquelas pessoas. Como sinto com você. Sinto prazer em te querer bem, em tentar te colocar pra cima, em sentir que te deixo sem palavras.


Bijuzinha, alguém muito precioso pra mim, me perguntou sobre um tal amor de verão que tive. Perguntou se você é o amor de verão que citei. Não. Não é. Perguntou, então se era o meu segundo amor. Também não. Você é algo que não se explica. O tão sonhado 'Alguém pra mim', eu acredito. Ela não entendeu e quis saber porque acho que você é esse 'Alguém pra mim'. Sinto-me bem conversando contigo e o dia que passamos juntos me fez sentir algo inenarrável [como diz você mesmo].


Posso estar mesmo super valorizando algo. Mas me arrisco a ver do que dará. Tento ser pé no chão.


E como diz Bijuzinha: "...se vc não consegue ser totalmente pelo menos não demosntre.". Acabo de assinar meu atestado de pés voadores.


Pois é. Você é um perigo [bem que me avisaram].


Mas o encantamento de enocntrar alguém tão próximo, apesar da distância, é perfeito. Tudo o que quero é alguém próximo, que esteja por perto. E estar perto não necessariamente significa estar junto, grudado no pescoço. Pode ser por EAD também. E você se aproxima daquilo que eu espero em alguém, daquilo que meu coração sempre esperou.


Mas como diz Bijuzinha: "...o problema da vida está na RECIPROCIDADE.".


O ser humano é capaz de grande coisas. Mas nem sempre o faz. Por medo de viver, talvez.


Já que esse medo não me cabe, vivo e mergulho em tudo que posso viver.

ARTISTAS





Todo artista merece ser reconhecido.

Sábias palavras.

Os esforços para se fazer arte, independentemente de qual das artes se trate, devem ser reconhecidos. Mas o difícil mesmo não é o reconhecer, e sim o entender.

Entender o que se quer com tal arte, entender como realizar tal arte. Porque ser reconhecido é apenas o ponto final. É o depois da constituição de um todo, da criação, produção e apresentação daquilo que se pretende ser ARTE.

No entanto, a fonte geradora de erros e mais erros, confusões e mais confusões, é a falta de comunicação. O entrosamento, nem tanto. Apesar de que, quando pessoas semelhantes entram em conflito, dão margens a tumultos e adversidades sem necessidade.

Dúvidas. Achismos. Achiologismos.

Quem idealiza é quem dirige?? É quem comanda??

A dependência de um primeiro passo é tão importante assim??

Acomodar-se pela inciativa de um alguém não é certo. Nem sempre quem começa é quem termina, por isso e mais alguns outros pontos que não me vem à cabeça nesse momento, apoio a idéia do novo, de uma nova referência.

Afinal, se achar no google é mesmo importante??

A parte que me cabe neste latifúndio não é grande, mas o papel que me cabe, procuro cumprir.




sexta-feira, fevereiro 19, 2010

SORRISO




"Dá pra ver quando estou com esse sorriso no rosto, é porque algo bom está pra acontecer. Inventar motivos e chamá-los de razões e até dizer que é coisa de Deus unir dois corações. E quem irá me contradizer? Se for você, já sei o que vou fazer. Eu vou aonde você for, mostrar toda essa paixão, sentimento de desejo, querer a todo custo. Que susto! Você apareceu do nada, um frio tão quente, me fez perder a fala. Preciso de um ar, beber um copo d'água. É tanta coisa, eu não consigo fazer nada. luta que meus olhos não podem vencer. O sentimento não sai, mas jásei o que vou fazer. Eu vou aonde você for, mostrar toda essa paixão..."
A paixão - Augusto Barnahrd Cardoso do Bomfim




Um sorriso.

Diz tanto sem dizer nada.

Tanto até que fico sem palavras.

Conheço gente que ri o tempo todo, gente que ri quando está com raiva, e gente que ri quando está feliz. Uma vez me disseram que o melhor sorriso é o sorriso de passagem. Aquele sorriso assustado que vem subitamente do coração.

Um sorriso de amor, talvez.

O sorriso que dou a ele, o sorriso babento até [^^]. Ou um sorriso de saudade quando ele não está aqui. Mas como diz o horócopo: "Aquele que não está ao seu lado fisicamente, está em pensamento.". E com isso, perco o ar, perco o chão. Perco até a noção.






MATURIDADE





Hoje, meu irmão me disse que não sou tão madura quanto quero parecer que sou. Disse-me que ninguém é tão maduro quanto se quer ser, e nem é mais maduro que ninguém.

Maturidade. Onde que eu compro isso?

O aurélio conceitua maturidade como o estado das pessoas ou das coisas que atingiram completo desenvolvimento. Acho que confundo maturidade com meros conceitos monetários e acabo a entendo apenas em minha vida profissional ou financeira.

Maturidade, responsabilidade. Sempre achei sinônimos.

Será? Será que andam juntas?

Me acho responsável. Responsável comigo, responsável com os outros. Mas pensando bem...se me magôo por me iludir, não tenho tanta responsabilidade assim comigo. Se magôo alguém, não tenho tanta responsabilidade assim com os sentimentos alheios.

Mas como ser madura?

Maduro: Ponderado, refletido, prudente. Idade madura, idade que se segue à juventude

Nessa conversa com meu irmão, entendi que nem ele sabe o que é ser maduro, quanto mais como ser. Mas ao menos, ele tem a consciência de que não é. Talvez falte isso em mim. Assumir o quanto sou imatura, o quanto ainda pretendo e quero amadurecer.



quinta-feira, fevereiro 18, 2010

LEÕES



Estava conversando com um amigo que me disse: "Nós, leões, temos que proteger nossas leoas!"

Acredito que existem leões e leoas. Os leõs são pessoas que protegem, nasceram para proteger outro alguém, enquanto que as leoas são as protegidas. Não que aqueles que protegem não precisem ser protegidos e nem as protegidas não saibam se proteger, mas a personalidade dominante denomina quem protege e quem é protegido.

Sou uma leoa.

Sinto que preciso de uma proteção. Um sentimento protetor, talvez.

E é sob diferentes óticas e pensamentos semelhantes que podemos ver o par que se encaixa.

terça-feira, fevereiro 16, 2010

CARNAVAL




"É segredo, não conto a ninguém, sou Milinha, vou além
O seu olhar vou iludir, a tentação é descobrir"
Unidos da Tijuca - samba-enredo 2010




Carnaval.

Todo ano tem. Tem trio, tem escolas de samba. O Brasil realmente é cheio de variedades.

E em meio a tanta agitação, que só vi pela televisão. Estava eu na tranquilidade. Não que eu simplesmente queria isso. Mas também não reclamo. Foi bom...muito bom, por sinal.

Mas acabou.

segunda-feira, fevereiro 15, 2010

APENAS UM DIA...








Um dia.

Alguma horas.

Nada mais foi preciso. Sabia de teus encantos, mas presenciá-los foi algo extremo. Algo encantador. Até esdrúxulo. Penso que primo por muito mais momentos como esse. Apenas mais uns dias. Apenas mais algumas horas.

Um dia meio incompleto, eu sei.

Um dia que não foi aproveitado em sua totalidade como se queria, ou como se imaginava. Mas foi o dia em que conheci parte de seus encantos principescos. O dia em que conheci a fonte desses encantos. Pessoas encantadoramente maravilhosas. Um dos mais lindos convívios presenciados por mim.

Um dia de praia.

Uma coroa no mar.

Um azul quase verde, meio perfeito. Nem tenho palavras para descrever a beleza das desagradáveis ondas que encheram-me o cérebro de sal. E milinha faz oq? Se encanta com a habilidade de um salvador, que acabou por engulir tanto sal quanto eu. mas a incrível forma como a natureza preenchia aquele banco de areia frustrante que vi, foi simplesmente...perfeita!

Um dia de aprender.

Um dia de doer a mão.

Um dia de bolas de basquete no chão, de estrelinhas, reversões e surpresas flexíveis um pouco violentas. Sou PÉSSIMA em basquete, uma verdadeira lástima! Mas a semelhança de flexibilidade é algo imperativo.

Enfim,

Um dia bom ao lado de alguém tão ilustre.

E uma certeza: ÉS UM PRÍNCIPE!

Obrigada!




quarta-feira, fevereiro 10, 2010

PRÍNCIPE





Acredito que toda mulher sonha com seu príncipe encantado.

Pode não ser como o da Branca de Neve ou de outras historinhas infantis que tem olhos azuis, cabelos loiros, tipo físico de cavalheiro. Mas certamente é um príncipe.

Cada mulher tem em pensamento a idéia de como seria seu príncipe. Há aquelas que sonham com príncipes negões e todos os seus atributos fantasiosos. Há outras que pensam num príncipe mais simples, que não se importa com os problemas da vida, algo bem hipie [^^]. Podem ser príncipes afeminados ou até princesas masculinas. Mas todos são príncipes.

Meu príncipe tem que ter um lindo sorriso, e olhos que me deixem paralisada. Não precisa estar exageradamente apaixonado por mim...portanto que tenha algum interesse já me dou por satisfeita. Sendo o MEU príncipe, tenho que fazer por merecê-lo até o dia que ainda seja meu príncipe.

Não quero que seja perfeito. Tudo que é perfeito demais é chato. Que seja inteligente, me dê um pouco de atenção. Que tenha um bom papo, que não implique com minha profissão. Que seja carente na medida certa.

Ahh, tem que ser 'caliente', claro! Uma pitadinha não faz mal a ninguém, não é mesmo?!^^

Não preciso estar apaixonada por ele. Se realmente for meu príncipe, isso acontecerá aos poucos. E se tiver de ser, será simultâneo.

Enquanto não tenho certeza que o encontrei, vou procurando.

Quem sabe um modelo amorenado de uma terrinha um pouco distante não é o que eu encontro?

Acredito que seja. Ao menos tem grandes possibilidades.
Não consigo o chamar de forma diferente, mas apenas o chamo assim. Príncipe.
Digo grata pela paciência com minhas bobagens, com minhas mensagens. E garanto que lhe tenho carinho.

Mas enfim, apenas deixo que o tempo me mostre.





terça-feira, fevereiro 09, 2010

MULHERES





Não sou uma mulher qualquer. Quero apenas que alguém enxergue isso.
Posso não ser baladeira demais, e nem pura demais. Não vivo em totais excessos. Não tenho um corpo imenso, exuberante, mas consigo muito do que quero sem deixar meus órgãos a mostra.
É uma pena que hoje em dia ainda se use disso. [-.-]
Mulheres assim me fazem querer sem homem!! Quanta vergonha!!
Não me sinto superior por não ser assim. Ninguém percebe mesmo! Os homens só querem sexo. Se quer desconto em alguma compra, procure um vendedor homem e mostre o decote. Ah, mulheres! Poderiam deixar de ser assim, né?! Chega de competir covardemente!
Mas as coisas estão mudando, eu acho. Se não tem cabeça e tem corpão, alguém se aproveitará disso! Sorte a minha por ter cabeça. Perco o homem, mas não perco a castidade. E enquanto eu serei a esposa com quem ele dividirá os bens, você será uma mera amante, que numa tarde ou outra ele dividirá a cama!!




quinta-feira, fevereiro 04, 2010

SOZINHA...






Me sinto só...

Cada vez mais só...

Abandonada, talvez.

Em cada ambiente que estou, me sinto largada por alguém.

Largada por um amigo, que vai embora...

largada por aquele que sinto que amo, mas que não posso amar...

largada até por mim...por meus devaneios.

Sinto que me isolo de tudo por estar assim. Não gosto de espalhar minha triteza e sei que compartilho meus sentimentos com quem convivo. Prefiro sofrer calada, a deixar que sofram por mim.

Queria tanto poder ocupar o lugar dela. Mas não posso. Queria apenas que soubesse que sinto que amo.




segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Prazer...

Os sentimentos que busco expressar são apenas os que consigo identificar em mim neste momento. Não que seja a pessoa mais sensível do mundo, sou apenas poética, romântica, algo assim. Nunca tentei me decifrar. Alguns que tentaram me puseram num pedestal que nunca alcancei e se decepcionaram, mas não enganei ninguém.
Ás vezes sou apenas uma pequenina mocinha boba e poética, idealista, aventureira, romântica demais...em outros momentos me pego sendo sedutora, provocativa, medrosa. Mas quem sou eu?
Não me vejo especial, mas sei que ainda não achei meu lugar [ao menos é o que acho]
.